segunda-feira, 18 de maio de 2009

Ensaios sobre a minha vida



Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher capaz de compreender a minha necessidade de agir, ser e pensar livremente.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher disposta a rir das minhas idiotices e ouvir os meus lamentos.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher capaz de compreender que o meu amor pelos meus amigos é maior que tudo nesse mundo.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher madura, independente, livre, segura e que fosse capaz de se sentir ainda mais segura perto de mim.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher que subisse nos palcos comigo, que dividisse todas as vodkas da noite comigo e que me desse banho todas as madrugadas em que eu fosse incapaz de fazê-lo por ter passado dos limites.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher que soubesse compreender meus silêncios, sem ficar imaginando coisas sem sentido.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher que fosse um exemplo de vida, de garra, força de vontade e obstinação.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher capaz de compreender a minha necessidade de fazer parte de tudo o que é proibido.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher que quisesse acima de tudo me ver sorrir, longe ou ao seu lado.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher positiva, próspera, que tem fé e faz tudo acontecer ao seu redor.

Sempre esperei pelo dia em que aparecesse em minha vida uma mulher que me deixasse experimentar de tudo nessa vida, para cada vez mais perceber que ela sempre fará parte do que há de melhor.

O problema é que nunca esperei que uma mulher assim pudesse ou fosse mesmo acontecer em minha vida algum dia. Mas ela apareceu. E eu não ando fazendo a menor idéia de como lidar com esse presente.



6 comentários:

Sandra disse...

Adorei ter te dado este presente, rs.
;o)
bj

Marie F. disse...

Isso foi...realmente... muito bonito. Mesmo. De encher os zoim.

KAKA disse...

qto tempo não aparecia por aqui...
convenhamos, quem é a louca que te dá banho? huahuahua se vc vive o que sempre desejou, por qual motivo vc ainda quer lidar com isso? viva isso e pronto sô!!! kiss

Anônimo disse...

Presente a gente aceita e se deleita

Eli disse...

Meu bem, agradeça a sua sorte, relaxe e goze. bjs

Anônimo disse...

Aí vem aquele pergunta de sempre: por que é que a gente é assim?
Texto mais do que lindo.
Kiss & Miss.